segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

O Natal

Muito se diz sobre o Natal.
Uns amam, outros detestam, outros gostam assim assim.
Já ouvi comentários do género "esta época do ano é horrível" ou "detesto o Natal". Confesso que não percebo o porquê mas respeito a opinião alheia.

É certo que se começa a sentir o Natal cada vez mais cedo: as decorações nas ruas, as lojas carregadas de material natalício, as músicas e até a compra das prendas já se faz bem mais cedo. Em meados de Outubro já se começa a ver Natal por todo o lado. Uns dizem que é muito cedo, outros não estão preocupados com o timming e simplemente ignoram.







O que mais me custa é ouvir que o Natal é uma época puramente de consumismo. Para mim não é verdade. Quem faz dela uma época de consumismo é o ser humano. E não tem que ser assim. 
Eu adoro o Natal - é a minha quadra preferida do ano. 
Para mim o Natal é magia. É amor.  É harmonia. É paz. É a família reunida. É o sorriso das crianças mas também dos adultos. 
Pode parecer um cliché mas é isto que eu sinto. É assim que vejo o Natal. Desde sempre. Tenho uma família grande e desde pequena que me habituei a passar esta quadra rodeada de gente e sempre com direito a Pai Natal que, à meia-noite em ponto estava a bater à porta, para alegria da criançada! Fosse um tio, uma tia, um primo ou alguém amigo (para os mais sabidos não desconfiarem), há sempre alguém disposto a vestir o fato (gostamos de manter a tradição para os mais pequeninos).





Há consumismo? Sim. Cada vez mais. Mas a sociedade é assim. E a tendência é para piorar. Uma consequência dos tempos modernos.  E claro, quem vende tira o máximo proveito disso mesmo. E o "Zé povinho" vai no engodo: comprar, comprar, comprar. Oferecer: muito e caro! É isto que torna a época natalícia na época de consumismo que tanta gente fala.
A parte do oferecer eu percebo. Faz parte do Natal e toda a gente gosta de receber um presente. (Eu adoro oferecer!) O que não percebo é porquê gastar muito dinheiro numa prenda cara quando se pode, com o mesmo valor, comprar vários presentes, igualmente úteis e bons (ou até mais que o presente caro). 
A mim o valor monetário de um presente não diz rigorosamente nada. Pode ser caro e não ter sido dado com amor, não ter sido comprado com dedicação. É muito fácil fazer-me feliz com um presente: gosto de coisas simples e que tenham significado, algo que eu goste e que tenha a ver com a minha pessoa, com a minha personalidade - significa que a pessoa teve o cuidado de pensar realmente em mim quando comprou -, algo que tenha utilidade (para mim) e que não seja para ficar numa prateleira guardado. Enfim... gosto de miminhos que signifiquem algo ou que simplesmente tenham a ver comigo. Gosto de sentir que quem oferece pensou em mim quando comprou - e pode gastar-se tão pouco com presentes assim.





Para mim o Natal também é isto: oferecer significado, oferecer um gesto bonito num presente, oferecer uma mensagem especial num presente, oferecer amor num presente, algo que não vem com "marcas" caras.
Mas em vez disso o que se vê mais e mais é o ser humano preocupado em manter aparências e, se não houver prendas caras no sapatinho, até parece mal. 
Qual é o problema em oferecer um pijama quentinho ou umas pantufas? Pois eu adoro receber pijamas pelo Natal. Não tem marca, não é um presente caro mas vai, com toda a certeza, dar-me noites quentinhas no Inverno. E as pantufas a mesma coisa - no Inverno tenho que ter os pés bem aquecidos!!





Para mim esta época tem que ser vivida intensamente. Não vivemos uma fase boa para se gastar desenfreadamente, é um facto, e muitos vivem com pouco. Mas podemos simplesmente passear pelas ruas decoradas, cheias de luzes e com o espírito natalício por toda a parte. As músicas típicas da época a tocar, mesmo que sejam as mesmas de há 20 ou 30 anos atrás (ADORO!). Ver o Pai Natal a tocar o sino e a tirar fotos com os mais novos (ou com famílias inteiras) ao colo. Árvores de Natal de todos os tamanhos, cores e feitios. Os filmes que repetem quase todos os anos na televisão mas que sabe tão bem recordar - tipo o "Sozinho em casa"! As botinhas na lareira. A mesa cheia de doces típicos da época. A família reunida.
E as crianças a sonhar com o Pai Natal a entrar pela chaminé  e a deixar a árvore cheia de embrulhos.

O Natal pode ser tão simples e fazer-nos tão feliz!

20 comentários:

  1. Não sou a maior fã do Natal talvez porque isso também me tenha sido incutido. Este ano tem havido alguma coisa em mim que até a árvore fiz e insisti para que fosse feita, o que não acontecia há mais de 3 anos... O que eu mais gosto do Natal é uma casa cheia de família e amor :)

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. E já percebi que tu vais ao mais ínfimo pormenor no que respeita à quadra natalícia! 😊

      Eliminar
  3. Nem imaginas o quanto eu concordo contigo. Nunca associei o Natal a consumismo, o valor de um presente não é calculado em euros, mas sim na importância do mesmo, do gesto.. pode ser um postal, uma flor colhida no campo, tanta coisa...
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito contente por perceber que ainda há muita gente que acredita no Natal como eu!
      Beijinhos ;)

      Eliminar
  4. Eu adoro o Natal! Não gosto que comecem tão cedo com as decorações porque torna-se quase que aborrecido mas essa é só a minha opinião. Quanto ao consumismo, infelizmente acho-o cada vez mais presente nesta época, e apesar de não o associar ao natal, a verdade é que se denota cada vez mais a força do comércio nesta época.

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... infelizmente o comércio serve-se de qualquer coisa que faça subir o volume de vendas e o Natal tornou-se num peão perfeito no que toca a vendas.
      :/

      Eliminar
  5. Obrigado querida :D Têm mesmo e meias fazem sempre um enorme jeito :P

    Para mim o Natal significa o mesmo: família, amor e paz. Só e apenas :')

    NEW COOKING POST | Faz NATAS DO CÉU com apenas 3 Ingredientes.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  6. Nice post :)

    http://mensfashionobsession.blogspot.rs/

    ResponderEliminar
  7. Também gosto muito do Natal, estar com a família nesta altura é uma delícia. Ofereço presentes às pessoas mais próximas, porque gosto realmente de os dar, mas só miminhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E aposto que esses miminhos têm um significado imenso!!
      Feliz Natal 😉

      Eliminar
  8. Tão fofinhos os teus filhotes! =))
    Eu adoro o Natal. Na minha opinião, o consumismo faz parte, é inevitável. Cabe-nos a nós não esquecer o verdadeiro significado desta data.

    *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Adorei o teu post!
    Está tão verdadeiro, tão genuíno, tão único.
    Eu vibro imenso nesta época! Há quem diga que não gosta, há quem diga que se fazem gastos supérfluos, as pessoas gastam o que têm e o que não têm. É o consumismo que nesta altura se faz notar em massa.
    Cada vez mais cedo o Natal se faz sentir, quer nas ruas, quer nas lojas, ou até mesmo on-line.
    Para mim o mais importante é também, e sem dúvida alguma a união da família, é o partilhar, é estarmos todos juntos, e tornar esta época mágica, onde os sorrisos são uma das melhores prendas que podemos dar e principalmente receber.
    O calor da família conforta tudo <3
    Para mim podia ser sempre Natal. Não me canso desta época mágica e luminosa. O amor e a partilha sentem-se!!!

    Beijinho grande :*

    PS: as fotos estão uma delicia.
    Os teus meninos são liiindos <3

    http://mariamatrioska.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita Obrigada Maria!!
      Então partilhamos a mesma paixão por esta época tão mágica. Para mim também podia ser Natal o ano inteiro. É tao bom o que nos faz sentir 🤗
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Tão fofinhos os pequeninos!
    Não devia...mas o Natal é mesmo uma época de consumismo.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade. Cada vez mais, infelizmente. Pena que não tenos todos a mesma visão desta época maravilhosa que é o Natal.
      Boas Festas! 😊

      Eliminar

Diz-nos o que achaste. O teu comentário é sempre bem-vindo.
Obrigada pela visita!