segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Que se lixem os líquidos!

Não sei quem é que disse que a criançada não podia começar logo a comer sólidos mas, está completamente errado! Ou pelo menos deve ser isto que a Maria Inês pensa.

Querem saber porquê que a miúda não é grande amiga da sopa ou da fruta? Porque ela quer é "dar ao dente" - mesmo que não os tenha.
Já há cerca de duas semanas que percebi que a Maria quer  é comer sólidos. Foi depois de um grito de nervos (que me assustou) ao ver-me abrir uma banana e afastá-la dela. A menina regalou os olhos de tal maneira à banana e puxou, com tanta convicção, a minha mão para junto dela que não resisti e pus-lhe a banana na boca. Fiquei regalada ao vê-la comer com tanta vontade e pensei: "afinal ela quer é sentir a comida na boca e nós andamos a dar-lhe fruta passada. Por isso é que ela não come!"






Desde então tento dar-lhe a fruta inteira - sempre com o máximo de cuidado pois tenho muito medo que ela se engasgue. Então agora a Maria come papaia à dentada (ou gengivada, para ser mais precisa); e a banana, que não é tão mole, come num processo de fricção, ou seja: vai raspando com a gengiva e, à medida que a banana se vai desfazendo, ela apanha os bocadinhos com os lábios e ainda mastiga - parece ela que faz aquilo há anos! E está sempre a segurar-me na mão enquanto come (não vá eu tirar-lhe a banana da boca!). Claro que demora imenso tempo até a menina ficar satisfeita mas ela é que manda.






Nem todas as frutas são moles o suficiente para ela comer à dentada. A maçã e a pêra, por exemplo, comemos em conjunto: dou uma dentada e a seguir meto a fruta na boca da menina e ela suga o suminho e, claro, vai também "raspando" com a gengiva para tentar apanhar algum bocadinho. Quando está quase no fim, ela gosta de ficar a "trincar" os bocadinhos que ficam elevados.

Recentemente ouvi falar, pela primeira vez, do método BLW - Baby-led Weaning que significa qualquer coisa como "desmame guiado pelo bebé" - e consiste em, a partir dos 6 meses, colocar os alimentos cortados aos bocados em frente da criança e deixá-la escolher e comer à sua vontade. É o bebé que decide o que comer e como comer - este método permite-lhe agarrar os alimentos com as próprias mãos, sentindo cheiros, sabores e texturas diferentes. A ideia é também deixarmos que o bebé participe das refeições familiares e o processo decorre precisamente quando a família está toda reunida à mesa.

Ora a mim parece-me que este é o método ideal para a Maria Inês, já que (desde muito cedo) a menina refila forte e feio quando nos vê sentados à mesa e só se acalma quando a colocamos ao nosso colo (à mesa, pois está claro). E tendo em conta que a criança quer é sólidos... estou a ponderar seriamente iniciá-la neste método.



14 comentários:

  1. Olha o meu Filho foi mais ou menos a mesma coisa. Desde os oito meses que se sentou à mesa conosco e nós colocávamos a comida no prato aos pedacinhos, assim ele tirava o que queria e correu muito bem. =) A tua menina é um amor.

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou mesmo inclinada para experimentar!
      Obrigada 😉
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Também é o meu tom favorito eheheh :D Obrigado :D
    Exatamente. É, sobretudo, uma mudança que deve ser interior. Devemos encontrar sempre a nossa força e nela a confiança necessária para acreditar. Basta isso :D

    Que fotografias mais ternurentas. Fiquei com imensas saudades dos meus primos quando eram bebés :D


    NEW DECOR POST | Essential to decorate your table for Christmas.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  3. Que amor!

    http://quase-italiana.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. E haviam todos de pensar assim. Cada um deveria só vestir aquilo com que se sente bem. Só faz sentido se for de encontro à nossa essência. Caso contrário pareceremos algo que não aquilo que somes :D

    NEW DECOR POST | Essential to decorate your table for Christmas.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade. Mas infelizmente ainda há muita gente que não é fiel a si próprio. Falta se personalidade. 😉

      Eliminar

  5. Gostaria de te desejar um Feliz Natal repleto de coisas boas... aproveita ao máximo! ;)

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!
      Um Santo Natal para ti e para os teus!! 😊
      Beijinhos

      Eliminar

Diz-nos o que achaste. O teu comentário é sempre bem-vindo.
Obrigada pela visita!